Escreve a tua mensagem para o livro de visitas

 
 
 
 
 
 
Os campos marcados com * são obrigatórios.
Seu endereço de e-mail não será publicado.
É possível que sua entrada só fique visível no livro de visitas depois de revisada.
Nós nos reservamos o direito de editar, excluir ou não publicar entradas.
3805 entries.
MARIA DAS DORES CAVALCANTE FERREIRA (Dorinha) escrito em 29 de janeiro de 2014 at 15:38:
Uma viagem, tantas lembranças... Vindo de Arcoverde para Monteiro, na tarde desta terça-feira a mente foi povoada por tantas lembranças. Quando estudante foram tantas as madrugadas no ônibus da Empresa Realeza, para ficar um final de semana em casa. Até Cruzeiro do Nordeste, (antiga Placas) asfalto. Depois começava a estrada de terra. Passávamos em Sertânia, “a capital” como diz minha amiga Lúcia Lins Araújo, já estávamos mais perto da terrinha. Então surgia Pernambuquinho (posto fiscal) divisão dos estados: Pernambuco e Paraíba. Paradinha para liberação, e eis que surgia o amigo João de Honório sonolento, mas sempre prestativo. Agora sim, estávamos no torrão paraibano. O pensamento dava um pulinho até a casa da minha tia Áurea, de saudosa memória, no Sítio Espírito Santo. Logo chegava o Mulungu, a casa à beira da estrada do meu tio Júlio Raimundo, casado com minha Tia Ana (tia-avó materna); a sua casa era abrigo para amigos, viajor, políticos. E novamente uma magia de recordações, tantas vezes fui até aquele recanto com minha avó materna “Mãe Cândida” . E assim chegava a barragem dos Lafayette e as luzes da cidade já nos dava as boas vindas. Como a hora já estava avançada, a chamada agência estava fechada, então a parada principal era na Praça João Pessoa. E assim que descia do ônibus, surgia o popular Cícero do Norte, com seu capote (noites frias) e já me perguntava: (“ é a menina de Rafaé? vou deixar em casa agora”). Essa foi mais uma viagem nessa estrada com tantas recordações recheadas de saudade que habitam o meu coração.
MARIA DAS DORES CAVALCANTE FERREIRA (Dorinha) escrito em 29 de janeiro de 2014 at 15:29:
Que bom que estou aqui em Monteiro. Antes de vir já estava sabendo desse momento, pois Jose Carlos ' grande Zezinho", show na sanfona é meu amigo, e me falou. Hoje acessando o Cariri Ligado fiquei sabendo mais sobre o evento. São grandes as expectativas. Afinal são grandes valores e talentos reunidos. E verei o filho da minha amiga Luzia, TOTONHO. Parabéns para os organizadores. Monteiro é cultura!
Maria da Conceição Maciel Remigio escrito em 29 de janeiro de 2014 at 13:02:
Este governador é muito desumando com os inativos, pois três anos consecutivos ele consede aos inativos apenas 50% dos ativos, será que o custo de vida dos inativos é diferente, tá na hora de criar um Cartão de Crédito que conseda aos inativos um desconto em suas compras, pois só assim poderemos sobreviver, isso é a maneira que ele encontrou para manter os caducos trabalhando.
Prof. Gomes escrito em 29 de janeiro de 2014 at 10:35:
Cinco erros fatais 1º, era proibido trafegar com caçambas naquele horário; 2º, o motorista não percebeu que a caçamba estivesse com a parte de cima levantada; 3º, ele estava trafegando a 85 km por hora, o que é proibido; 4º, ele não percebeu que com a parte de cima levantada o deslocamento de ar acusa a irregularidade; 5º, era extremamente despreparado para ser motorista. Resultado: com a sua irresponsabilidade houve 4 mortes, 5 feridos com 2 em estado grave. Esta foi uma tragédia brasileira sempre anunciada que aconteceu no Rio de Janeiro, onde um irresponsável motorista bateu numa passarela causando essa tragédia. O que vai acontecer com ele? Nada, absolutamente nada, pois isso é Brasil, país em que não acredito em praticamente nada. Brasil
cleiton rocha escrito em 29 de janeiro de 2014 at 01:05:
meu caro amigo zelito quem nâo sabe o que diz e vc , vc falou muitas palavras bonitas faça o seguinte visite a zona rural do cariri pra vc ver como esta a situação por falta de chuva , vc a i do recife nâo sabe o que esta acontecendo aqui nâo eu estou falando e do desperdiçio de agua por acaso vc cria alguma coisa no cariri ? gado, bode, si vc cria so seu sitio esta chovendo deve ter muita agua pra vc fica falando essas coisas do recife vc nâo ver nossa situaçao todos os agricultores tendo que compra carros de pipa pra ver si nao morre de sede tem bairro em monteiro que fica ate dois dias sem agua e vc vem falar que eu preciso de psicologia eu li faço uma pergunta a quantos dias recife esta sem agua ?
DENNYS MAYER escrito em 29 de janeiro de 2014 at 01:02:
PARABÉNS Escrito por DENNYS MAYER website, em 28-01-2014 21:09 , IP: 186.249.19.178 VITRINE DO CARIRI E CARIRI LIGADO SEMPRE NOS DEIXA MUITO BEM INFORMADOS PARABÉNS FRED E GEORDIE
Xodó da minas escrito em 28 de janeiro de 2014 at 22:24:
Professor Gomes você é o cara. Agora sim, Monteiro verá como é que se faz política, Política com p maiúsculo como diz o senhor. Já era tempo de aparecer uma pessoa vinda do povo, com cheiro de povo para representar esse mesmo povo com simplicidade e competência. Resta a este povo de fato ir ao encontro desse professor que de fato sabe como ninguém como se faz política, pois no decorrer de sua caminhada sempre demonstrou competência e seriedade. Vá em frente meu caro. Você tem futuro.
italo escrito em 28 de janeiro de 2014 at 14:17:
sinceramente, ler uma matéria dessa é um atentado à inteligência, dizer que o prefeito deu um reajuste salarial acima de 6 %, isso é apenas correção de inflação, o que passar disso aí sim é aumento. Por favor quando for colocar matérias vamos prestar mais atenção!! porque dizer que o salário mínimo municipal passará de 680,00 para 724,00, é uma piada... isso é óbvio, quando o governo Federal aumenta o salário passa a valer como base pra qualquer pagamento, pois a Constituição diz que ninguém deve trabalhar e ganhar abaixo do mínimo fixado....
Antônio Carlos escrito em 28 de janeiro de 2014 at 12:41:
Meu caro Zelito Nunes, você não sabe o que diz, o povo do cariri tem o direito de festejar seu carnaval, E não há um excesso de festas no cariri, que hipocrisia é essa de que todos devem seguir num clima de terra arrasada? E quando vou a Camalaú meu amigo, pago minhas entradas na festa, portanto a prefeitura de lá não fica colocando rios de dinheiro neste Carnaval, bem diferente de municípios do Cariri que pagam atrações com valores que superam os 50 ou 70 mil de cachê. Se tem um município que pensa com seriedade nas contas públicas esse é Camalaú, basta observar as aprovações das contas da Prefeitura. E fiquem sabendo que em Camalaú o Caranval todo não passa dos 80 mil. Antônio Marques, você fala como alguém que não sabe o que fala, uma coisa não atrapalha e nem contribui pra outra, lutar contra a seca é um fato, mas o Carnaval não vai salvar a região contra a seca, isso não passa de hipocrisia. Gente precisamos ser lucidos, e um evento que é feito com controle da água, e que grande parte das despesas é paga por todos os foliões, não deve ser marginalizado, ou alvo de pessoas sem conhecimento ou ignorantes sobre a seca e seus efeitos.
DENNYS MAYER escrito em 28 de janeiro de 2014 at 11:40:
O PRIMEIRO DO BRASIL Escrito por DENNYS MAYER website, em 27-01-2014 15:37 , IP: 186.249.19.178 SUMÉ É O PRIMEIRO MUNICÍPIO DO BRASIL A IMPLANTAR ESSE GRANDE E IMPORTANTE PROGRAMA PARABÉNS PREFEITO 10 DR. NETO E VICE PREFEITO 10 DR. EDEN DUARTE TIVE LÁ AMEI
Prof. Gomes escrito em 28 de janeiro de 2014 at 08:14:
Caro Curió do Sertão: Certa feita eu escrevi um texto intitulado “Inconsciente Coletivo”, o qual por definição é muito difícil de explicar, mas com o exemplo fica muito fácil a compreensão: “Ah, é assim mesmo, todos calçam 44, tudo é farinha do mesmo saco, todos comem num coxo só, quem tá lá tá roubando e quem quer entrar quer roubar também; o Gomes, esse é que vai ser ladrão, pois é muito sabido , e tem mais: ele não entra nunca, uma vez que não pode comprar voto de ninguém”. Nessa cantilena a gente destrói a nossa esperança de mudança, tudo está perdido. Eu ainda acredito em homens de bem, daí porque eu queira ser pré-candidato, não tem nada a ver com a “Utopia” de Thomas Moore. Abraços
ANTONIO MARQUES escrito em 28 de janeiro de 2014 at 01:43:
ESSA E A MINHA OPINIAÕ ESSE PREFEITO DEVERIA PENSAR MELHOR NO DESPERDICIO DE AGUA QUEM PASSA BEM SEM PODER PASSA MAL SEM QUERER. PREFEITO A FARRA PASSA MAS SECA FICA PENSE BEM .
Curio do Sertão escrito em 27 de janeiro de 2014 at 22:47:
Acho que o professor Gomes anda lendo “Utopia”, obra de ficção científica do autor Thomas Moore, que imagina uma cidade sem governo onde tudo funciona a contento, embora esse não seja o seu sonho, ele diz que será pré-candidato a prefeito de Monteiro em 2016. Naturalmente é um direito que lhe assiste, mas na atual conjuntura é muitíssimo difícil que ele seja bem sussesdido, visto que não tem dinheiro pra comprar o voto do povo, uma vez que assim que funciona.
Pablo Fernandes escrito em 27 de janeiro de 2014 at 18:06:
Adorei o comentário abaixo feito pelo Cláudio de Taperoá! Lúcido, real e verdadeiro esse comentário!
Ezequiel Nunes escrito em 27 de janeiro de 2014 at 18:02:
Que desperdício que nada! Quem fala isso nao sabe que a evaporação de um dia consome mais água do que os três dias de carnaval! Isso é fato comprovado! E quero dizer tb que o dinheiro público investido será revertido em dobro pq essa festa gera lucros pro município!
DENNYS MAYER escrito em 27 de janeiro de 2014 at 17:27:
G1 PARAÍBA TV Cabo Branco G1 Na TV Esporte Aeroportos Agenda de shows VC no G1 + Regiões Rainha da Borborema 27/01/2014 15h11 - Atualizado em 27/01/2014 15h16 Governador anuncia reajuste salarial para servidores da Paraíba Reajuste mínimo concedido para os servidores estaduais é de 5%. Magistério estadual terá o maior aumento, de 13,57%. Do G1 PB Tweet O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) anunciou nesta segunda-feira (27) um reajuste mínimo de 5% para os servidores públicos do estado. Ele também divulgou um reajuste diferenciado para algumas categorias. Com isso, dos 105.422 servidores contemplados com o aumento salarial, mais de 93 mil vão receber reajustes entre 6,78% e 13,57%. Os professores do Magistério estadual, por exemplo, vão receber um aumento de 13,57%, sendo o reajuste do piso nascional, de 8,32%, mais os 5% que foram concedidos para todas as categorias. saiba mais Após polêmica, Assembleia da Paraíba aprova Orçamento para 2014 Ricardo anuncia reajuste salarial para servidores públicos da Paraíba O anúncio de Ricardo Coutinho foi feito dentro do seu programa semanal de rádio. Com o reajuste dos servidores, o governador cumpre a lei da data base, criada por ele em 2012, que estabelece 1º de janeiro como dia para revisão anual dos vencimentos. Entre as categorias que terão reajuste diferenciado estão os funcionários que recebem um salário mínimo, um total de 41.528 servidores, que vão receber um aumento de 6,78%. Os funcionários da Saúde terão aumento entre 5% e 10%. Na Segurança Pública, todos os servidores, da Polícia Civil, Polícia Militar, Bombeiros e Sistema Penitenciário, vão receber 10% de reajuste. O índice de aumento linear concedido nesta segunda-feira é maior que os aplicados em 2012 e 2013, que foram de 3%. Segundo o governador, o reajuste vai apresentar um impacto de R$ 21 milhões na folha de pagamento do estado, um total de R$ 240 milhões durante o ano.
Zelito Nunes escrito em 27 de janeiro de 2014 at 15:54:
Meus caros Cleiton Rocha e Prof. Gomes. Penso que quando a gente questiona o excesso de festas aí pelo Cariri,brutalmente castigado pela última SECA,com dezenas de carcaças de animais estiradas ao longo das rodovias(sem contar as outras dezenas no meio da caatinga arrasada) estamos pensando antes de tudo no bem estar da sua população (a de Camalaú inclusive). Continuo convencido de que teremos pouco o que festejar depois dessa devastação e dos prejuízos que a SECA vem causando de forma contínua e permanente na nossa região. Não se vislumbra de há muito,nenhuma ação governamental séria pra se estabelecer uma convivência pelo menos sofrível com o fenômeno da SECA que existe e está aí na frente de todos nós. Sou e serei sempre contra a aplicação de dinheiro público nesse tipo de "festa" até por que esse dinheiro é também oriundo do imposto que pago. Considerando a necessidade premente de o povo do Cariri ter que viver em constante clima de "festa" (mesmo sem causa aperente) chegamos à conclusão de que essa gente caririzeira é a mais triste e infeliz do mundo. Aí ,meus caros Gomes e Cleiton já é caso da alçada da psicologia e não da climatologia.
DENNYS MAYER escrito em 27 de janeiro de 2014 at 15:39:
OU PREFEITO 10 Escrito por DENNYS MAYER website, em 27-01-2014 13:30 , IP: 186.249.19.178 HOMEM DE PALAVRA DISSE QUE FARIA O CONCURSO E VAI FAZER OS QUE DIZIAM QUE NÃO IRIA ACONTECER O CONCURSO QUEIMARAM A LÍNGUA OU PREFEITO 10
Claudio escrito em 27 de janeiro de 2014 at 13:26:
Conheço o Carnaval realizado em Camalaú, e fiquei muito surpreso com a forma organizada que promovem a festa, e com o controle da água pra o banho durante o evento. Diante do volume gasto, pude notar que é bem menor do que a evaporação por exemplo, o menor que o consumo humano feito pela cidade e região. Não há nenhum impacto na segurança hidrica, e ficar reproduzindo este assunto de seca, achando que é não permitindo que o povo do cariri possa se divertir em seu carnaval, pelo menos no caso de Camalaú é muito injusto. Alias esta história de seca, de ações de combate a seca, só servem pra engordar o bolso de governo safado e sem compromisso com o nordeste, pois as verdadeiras ações nunca foram feitas. E como caririzeiro que sou, e em minha cidade que também tem um carnaval tradicional, não vou entrar nesta onda de terra arrasada, não será cancelando nossas festas, e principalmente as que não influenciam em nada no assunto seca, que vamos ter uma região melhor. Temos o direito a diversão, a tradição do carnaval, seria bom que todos dessem uma olhada na forma como as coisas são feitas antes de falarem besteiras, que nada contribuem de fato pra o problema da seca.
Zelito Nunes escrito em 27 de janeiro de 2014 at 12:02:
Coberto de razão o leitor Cleiton Rocha é voz solitária clamando contra esses absurdos promovidos por gestores públicos aí do Cariri onde morreu de fome e sede quase todo o rebanho e a seca ainda é presença constante e ameaçadora. A promoção reiterada dessas "festas" fere a honra e a dignidade das pessoas sérias que ainda acreditam no desenvolvimento da região.