Vice e vereadores de Monteiro comprovam descaso da CAGEPA e vão acionar o MP

O descaso da CAGEPA com o município de Monteiro está passando dos limites, segundo foi comprovado nesta quinta-feira, 18, pelo vice-prefeito Cajó Menezes e os vereadores Bero de Bertino e Raul Formiga, ao se dirigirem à sede do escritório local e encontrarem as portas fechadas.

Após 13 dias faltando água nas residências de Monteiro e sem a empresa prestar quaisquer esclarecimentos à população, o vice-prefeito Cajó Menezes, o presidente da Câmara de Vereadores, Bero de Bertino e o vereador Raul Formiga tomaram a iniciativa de pessoalmente procurarem o escritório local da CAGEPA para encontrarem uma solução para o problema.

Para surpresa, o escritório estava fechado e segundo informações de moradores da vizinhança desde a última segunda-feira, 15, nenhum funcionário apareceu no local, apesar de diariamente aparecem dezenas de pessoas em busca de informações e solicitações de serviços como segunda via e emissão de taxas de religação, o que já vem sendo denunciado todos os dias através das redes sociais e na imprensa local.

Indignados com o tratamento dispensado pela CAGEPA, o vice-prefeito e os vereadores informaram que, apesar da prefeita Edna Henrique já ter comunicado oficialmente o fato ao governador Ricardo Coutinho e ao presidente da CAGEPA, eles estarão formalizando oficialmente ao Ministério Público Estadual (MPE)a falta de água no município, o que tem causado transtornos dos mais diversos a população.

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *