Casal sequestrador de crianças assusta população no Sertão; Cariri fica em alerta

O Copom da Polícia Militar de Sousa, no Sertão, recebeu várias ligações entre a quarta-feira (20) e quinta-feira (21) de moradores assustados, relatando que havia um casal em um veículo de cor preta, tentando sequestrar crianças nas proximidades do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, no centro da cidade. Após a denúncia, uma guarnição se deslocou até o local, porém não localizou o suposto casal. Moradores de cidades do Cariri, como Monteiro e Sumé, também estão assustados com a denúncia.

Populares de toda a cidade estão aterrorizados com as histórias, ligando para os principais programas de rádio da cidade, relatando ter visto o suposto veículo rondando as escolas. Além disso, está circulando pelas redes sociais imagens de um pai e uma mãe abraçados a um retrato falado que dizem ser do casal que estaria rondando as escolas. As imagens vêm acompanhadas de textos que acusam a dupla de ter envolvimento com o sequestro de crianças, para a retirada de órgãos.

Em Sousa, a foto do casal está sendo associada a sequestradores de crianças, que estariam atuando em escolas, se passando por fotógrafos vindo da cidade de Londrina, no Paraná.

A Polícia Militar tranquiliza toda a população, e declara que este fato não passa de boatos, e que até o momento não há nem registro de ocorrência desse tipo.

Educadora alerta família
Em contato com a reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão a educadora Geny Ferreira que é diretora do CEEIGEF (Centro de Educação Especial Integrada Geny Ferreira), revelou que é necessário a união das famílias e fiscalização da Polícia Militar para evitar que esse suposto casal pratique sequestro em Sousa.

“Nós precisamos oferecer calma para as crianças. Todos estão assustados com essa situação. É necessário vigilância para prevenir”, alertou.

Ainda segundo Geny, um estudante de sete anos por pouco não foi raptado por um homem quando brincava com amigos ao lado da mãe na praça do Conjunto Zú Silva.

“Conversei com a mãe do menino e segundo ela, várias crianças estavam brincando, quando um carro parou e um homem desceu jogando um lençol em cima da criança que gritou e conseguiu correr até onde estava a mãe. Todos ficaram muito nervosos. Inclusive a crianã está muito apavorada e estamos evitando comentários sobre esse assunto perto dele”, disse Geny.

Com Diário do Sertão

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *