O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um aviso de alerta amarelo para 127 municípios da Paraíba, indicando potencial perigo de chuvas intensas. O alerta permanecerá em vigor até as 10h deste domingo (25).

Em caso de alerta amarelo, é prevista a possibilidade de chuvas entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, acompanhadas de ventos intensos (40-60 km/h). Há um risco baixo de interrupção no fornecimento de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e ocorrência de descargas elétricas.

Para evitar acidentes, o Inmet recomenda que, em caso de rajadas de vento, as pessoas evitem se abrigar sob árvores e, se possível, desliguem aparelhos elétricos e o quadro geral de energia.

Em situações de emergência, o Inmet orienta que as pessoas entrem em contato com a Defesa Civil pelo número 199 e com o Corpo de Bombeiros pelo número 193.

Veja a lista das cidades sob alerta amarelo de perigo potencial de chuvas intensas:
  • Alagoa Grande
  • Alagoa Nova
  • Alagoinha
  • Alcantil
  • Algodão de Jandaíra
  • Alhandra
  • Araçagi
  • Arara
  • Araruna
  • Areia
  • Areial
  • Aroeiras
  • Baía da Traição
  • Bananeiras
  • Baraúna
  • Barra de Santana
  • Barra de Santa Rosa
  • Barra de São Miguel
  • Bayeux
  • Belém
  • Boa Vista
  • Boqueirão
  • Borborema
  • Caaporã
  • Cabaceiras
  • Cabedelo
  • Cacimba de Dentro
  • Caiçara
  • Caldas Brandão
  • Camalaú
  • Campina Grande
  • Capim
  • Caraúbas
  • Casserengue
  • Caturité
  • Conde
  • Congo
  • Coxixola
  • Cruz do Espírito Santo
  • Cubati
  • Cuité
  • Cuité de Mamanguape
  • Cuitegi
  • Curral de Cima
  • Damião
  • Dona Inês
  • Duas Estradas
  • Esperança
  • Fagundes
  • Frei Martinho
  • Gado Bravo
  • Guarabira
  • Gurinhém
  • Gurjão
  • Ingá
  • Itabaiana
  • Itapororoca
  • Itatuba
  • Jacaraú
  • João Pessoa
  • Juarez Távora
  • Juazeirinho
  • Juripiranga
  • Lagoa de Dentro
  • Lagoa Seca
  • Logradouro
  • Lucena
  • Mamanguape
  • Marcação
  • Mari
  • Massaranduba
  • Mataraca
  • Matinhas
  • Mogeiro
  • Montadas
  • Mulungu
  • Natuba
  • Nova Floresta
  • Nova Palmeira
  • Olivedos
  • Parari
  • Pedra Lavrada
  • Pedras de Fogo
  • Pedro Régis
  • Picuí
  • Pilar
  • Pilões
  • Pilõezinhos
  • Pirpirituba
  • Pitimbu
  • Pocinhos
  • Puxinanã
  • Queimadas
  • Remígio
  • Riachão
  • Riachão do Bacamarte
  • Riachão do Poço
  • Riacho de Santo Antônio
  • Rio Tinto
  • Salgado de São Félix
  • Santa Cecília
  • Santa Rita
  • Santo André
  • São Domingos do Cariri
  • São João do Cariri
  • São João do Tigre
  • São José dos Cordeiros
  • São José dos Ramos
  • São Miguel de Taipu
  • São Sebastião de Lagoa de Roça
  • São Sebastião do Umbuzeiro
  • São Vicente do Seridó
  • Sapé
  • Serra Branca
  • Serra da Raiz
  • Serra Redonda
  • Serraria
  • Sertãozinho
  • Sobrado
  • Solânea
  • Soledade
  • Sossêgo
  • Sumé
  • Tacima
  • Taperoá
  • Tenório
  • Umbuzeiro

A Secretaria de Agricultura de Monteiro, em parceria com o CENDOV, participaram nesta sexta-feira, 23, da reunião do CMDR´S- Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, para trazer importantes informações.

Participaram da reunião, que foi realizada no auditório da Câmara Municipal, o secretário Erinaldo Chôva e sua equipe, o superintendente do CENDOV Manoel Lima, o Maninho, o secretário de Administração, Cajó Menezes; os vereadores Hélio Sandro e Cícero do Mulungú, o representante da EMPAER, Dr. Chico, além de Brito Neto representando a Secretaria de Desenvolvimento Social, e o presidente do CMDR’S, Valdenício Herculano.

Na pauta estiveram os benefícios que serão destinados aos membros da agricultura familiar de Monteiro, além do tema principal: o corte de terras para o plantio.

O secretário Chôva confirmou que o município foi dividido em 4 eixos (regiões), e os trabalhos vão começar no início da próxima semana. Ele também confirmou que: ”este ano a Secretaria dispõe de 04 tratores e que a prefeita Anna Lorena está buscando incessantemente a locação de pelo menos mais 03, levando em consideração que os locatários cobram o preço mais caro do Cariri para a locação ao município de Monteiro, com a hora de trabalho ficando orçada em mais de 100 reais”, expressou.

Na reunião foi realizado ainda um sorteio para definir dentro de cada eixo, a ordem em que as comunidades serão atendidas.

Recentemente, o governo do estado através da EMPAER efetuou a doação de sementes de diferentes culturas em várias comunidades rurais, e com as chuvas que vem caindo, nada mais ideal que iniciar o corte de terras imediatamente.

A Prefeitura de Sumé, na gestão do prefeito Éden Duarte, anunciou nesta sexta-feira (23), a realização da Expo Sumé 2024. O evento reunirá o que há de melhor na criação de caprinos e ovinos de todo o país.

Em sua primeira edição, o evento acontecerá entre os dias 22 a 24 de março, e ocorrerá no parque de exposição João Albino Pedrosa.

Já no segundo dia do evento, a gestão municipal anunciou grandes shows, que contará com atrações de peso, como Luan Estilizado e Ruan Forrozeiro, além de ilhas com trio de forró pé-de-serra.

O prefeito Éden Duarte, afirmou que a gestão municipal preparou uma grande programação, e que todos os detalhes serão divulgados nos próximos dias.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e texto

O Anuário da Segurança Pública e da Defesa Social da Paraíba, foi apresentado, na manhã desta sexta-feira (23), ao governador João Azevêdo, pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), em João Pessoa. Segundo o documento desenvolvido pelas forças de Segurança da Paraíba, o ano de 2023 registrou uma redução de diversos crimes nos municípios do estado, como por exemplo:  contra a vida de mulheres (-13%), latrocínios (-26%), contra o patrimônio (-21%), incluindo ataques a instituições financeiras (-77%), e aumento nas apreensões de armas e drogas, entre outros indicadores positivos.

“Nós temos a melhor segurança pública do Norte/Nordeste e a terceira melhor do país, de acordo com o Centro de Liderança Pública, o que atesta a eficiência das ações desenvolvidas na área e os investimentos que têm permitido esse padrão de excelência porque apoiamos ao máximo a aquisição de equipamentos, de novas tecnologias, com os Centros Integrados de Comando e Controle de João Pessoa, Campina Grande e Patos, melhorias nas estruturas físicas e, principalmente, na valorização e reconhecimento do trabalho de homens e mulheres que têm demonstrado seu compromisso com a segurança dos paraibanos, fazendo o nosso estado ter o reconhecimento nacional pelos resultados das políticas públicas implantadas”, frisou o governador João Azevêdo.

O secretário de estado da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, evidenciou que os números positivos da Segurança Pública são reflexos dos investimentos do governo e de uma gestão focada em resultado e pautada na união dos integrantes do Sistema de Segurança da Paraíba. “A gestão do governador João Azevêdo não tem medido esforços para equipar as nossas Forças de Segurança, que estão tendo seus efetivos reforçados nas Polícias Militar e Civil e no Corpo de Bombeiros Militar. Além disso, são mais de R$ 160 milhões de investimentos em tecnologia nos Centros Integrados de Comando e Controle, o que tem fortalecido a atuação conjunta e eficiente das nossas corporações, impactando na eficiência do trabalho e na vida das pessoas”, falou.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sérgio Fonseca, destacou que os números do anuário auxiliam as Forças de Segurança na elaboração de estratégias para a diminuição da violência. “O anuário é de fundamental importância para o planejamento e desenvolvimento das nossas ações, identificação das áreas que precisam de uma maior atenção, por isso, conseguimos reduções nos índices de violência. O anuário já nos ajudou nas ações das Operações Verão e Carnaval e vamos seguir fortalecendo esse trabalho para garantir uma segurança cada vez melhor para a nossa população”, disse.

De acordo com o documento, produzido pelo Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da pasta, em relação aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte, os números passaram de 1.036 casos em 2022 para 995 no ano passado. O dado se reflete na menor taxa por 100 mil habitantes já registrada desde 2019 e na posição de 3ª menor taxa de assassinatos por 100 mil habitantes entre os estados do Nordeste. Em cinco anos, comparando os períodos de 2014-2018 a 2019-2023, a redução chega a 23% em números absolutos.

Destaca-se ainda a queda de registros de CVLI nos municípios mais populosos do Estado. Em Campina Grande, 2ª cidade com maior número de habitantes da Paraíba, a redução de assassinatos foi de 31%, sendo 39 casos em 2022 e 27 no ano passado, o que representa uma taxa de 6,4 CVLI por 100 mil habitantes. Esse número chegou a 45,2 por 100 mil habitantes em 2013 e é o menor valor da série histórica de ocorrências já verificadas no município (6,4 por 100 mil habitantes). Dessa forma, a cidade é atualmente a menos violeta do Norte/Nordeste entre os municípios com 200 mil habitantes.

Em Santa Rita, 3ª cidade mais populosa do Estado, os casos foram de 82 em 2022 para 63 em 2023 (-23%), com redução de ocorrências, ano a ano, desde 2019. Esse também foi o menor número já registrado no município em sua série histórica (42 por 100 mil habitantes). Cidades como Patos e Sousa, no Sertão paraibano, também tiveram queda nos registros de ocorrências (-34% e -47%, respectivamente).

Outros dados importantes apontados pelo Anuário da Segurança Pública e da Defesa Social da Paraíba é que 73 cidades da Paraíba não tiveram registros de assassinatos em 2023, sendo essa a maior quantidade de municípios sem CVLI desde 2014. Além disso, sete municípios (Carrapateira, Gurjão, Joca Claudino, Lastro, Santa Helena, São Domingos e Serra da Raiz) estão há cinco anos sem CVLI).

Novo indicador de violência contra as mulheres – A redução de assassinatos no Estado também se refletiu em menos mulheres vítimas de crimes contra vida. A quantidade de mulheres vítimas desse tipo de crime caiu 13%, com 86 casos em 2022 e 75 casos em 2023. O Anuário também traz que o percentual de elucidação de CVLI de mulheres no Estado é de 79% dos casos (de janeiro a outubro) e de feminicídios, especificamente, é de 100%.

E para qualificar ainda mais as políticas públicas de enfrentamento à violência contra as mulheres, a Sesds criou um novo indicador para estudo, o VIOLETA, que abrange violência psicológica, ameaça, lesão corporal por violência doméstica, importunação sexual, estupro, descumprimento de medida protetiva de urgência, tentativa de feminicídio, feminicídio e qualquer CVLI de mulher, uma vez que toda morte de mulher deve ser investigada como possível feminicídio, conforme o Protocolo de Feminicídios da Paraíba.

Redução de crimes contra o patrimônio – As ocorrências de roubo reduziram no geral (-21%), sendo destaques a queda de registros de roubos em estabelecimento comerciais (-46%) e roubos em transportes coletivos (-36), sendo contabilizadas ainda reduções no roubo a residência (-34%) e roubo a pessoa em via pública (-11%).

Os roubos e furtos de veículos tiveram queda de 6% dos casos – nas motocicletas essa queda foi de 18% e nos automóveis de 8%. Ao mesmo tempo, 3.973 veículos foram recuperados na Paraíba, em 2023, sendo 17,5 mil desde 2019.

Já as ocorrências de ataques a banco diminuíram 77% (22 casos em 2022 contra cinco em 2023), chegando a menos 96% desde 2016, ano em que houve mais ocorrências na série histórica. O total de ocorrências em cinco anos, desde 2019, foi menor do que o contabilizado apenas em 2018 (86 em um ano contra 84 em cinco anos). O ano de 2023 também teve o menor número de furtos com  explosões e furtos com arrombamentos a bancos.

Apreensões de armas de fogo e munições – No ano de 2023, as polícias da Paraíba retiraram de circulação 3.197 armas de fogo em todo o Estado, com um aumento de 15% em relação ai mesmo período de 2022 (de 2.782 para 3.197 armas). Desde 2019, já foram mais de 16 mil revólveres, pistolas e armamentos de grosso calibre retirados das ruas. Também foram apreendias mais de 16,6 mil munições no ano passado, somente na região de João Pessoa.

Ao mesmo tempo, os latrocínios, que são os roubos seguidos de morte, no Estado, a redução de ocorrências foi de 26%, com 34 casos em 2022 e 25 em 2023.

Apreensões de drogas – No ano passado, foi apreendido um total de 3,5 toneladas de drogas na Paraíba, entre maconha, crack, cocaína, entre outros tipos de entorpecentes. Em cinco anos, esse número já chega a 17,8 toneladas.

Operações e prisões – Nos 12 meses de 2023, as forças de Segurança da Paraíba realizaram 11,8 mil operações de interesse estratégico. Ao mesmo tempo, mais de 3 mil prisões de interesse estratégico, como as que envolvem suspeitos de homicídios, latrocínios e roubos, e 17 mil prisões em geral. Desde 2019, já foram efetuadas mais de 88 mil prisões em todo o Estado.

Resgates e salvamentos – O Anuário 2023 também traz números referentes a resgates e salvamentos realizados pelo Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba. Em 12 meses foram 2.282 salvamentos em resgates de acidentes de trânsito e tentativas de homicídio no Estado.

O júri popular dos acusados de matar o vereador Adelmo Teobaldo de Farias, 60 anos, acontece nesta segunda-feira (26), em Monteiro. O júri vai ocorrer no plenário da Câmara Municipal de Monteiro, em virtude da reforma do Fórum da Comarca de Monteiro.

O crime aconteceu no dia 8 de agosto de 2018. O vereador, que estava em seu terceiro mandato, foi morto por volta das 12h, em uma rua de terra que dá acesso ao conjunto habitacional da Cehap, onde a vítima morava. Testemunhas contaram que o vereador voltava para casa, em uma moto, quando dois homens em outra moto se aproximaram e atiraram várias vezes.

Pelo menos três tiros atingiram a cabeça do vereador, que não resistiu e morreu ainda no local. Poucos tempo depois, os executores e o mandante do crime foram presos pela Polícia.

A Escola da Nuvem é uma organização sem fins lucrativos que tem como propósito transformar vidas, combatendo a vulnerabilidade social por meio do desenvolvimento profissional no mercado de tecnologia, através do projeto Meu Primeiro Emprego na Nuvem.

O curso em Sumé será presencial, durante 4 dias na semana (de segunda à quinta-feira), das 18h30 às 21h30, na antiga Secretaria de Saúde (Rua Francisco de Melo – 1º andar – Centro). Terá duração de 4 meses e iniciará em 18 de março. Serão duas turmas com 30 alunos cada. Uma no primeiro semestre e outra no segundo semestre.

Se você possui mais de 16 anos, e quer aprender os conceitos gerais de tecnologia, incluindo conceitos de rede, armazenamento e plataforma de Nuvem, inscreva-se no processo seletivo para capacitação da Escola da Nuvem.

O curso é de graça e possui instrutores certificados pela AWS. O intuito da Escola da Nuvem é preparar o indivíduo para dar os primeiros passos na nuvem AWS e no mercado de trabalho, além de direcioná-lo para a certificação digital AWS Certified Cloud Practitioner.

A inscrição de pré-seleção é feita no link: www.escoladanuvem.org. o candidato deve preencher os formulários e em seguida só aguardar o contato. Não é necessário ter experiência com tecnologia

Após o curso, ainda tem a chance de fazer parte da Jornada da Empregabilidade Escola da Nuvem, que possui parceria com as maiores empresas do setor para indicação no mercado de trabalho em tecnologia.

No país o projeto conta com a parceria da Amazon além de outros 20 parceiros e em Sumé a parceria é com a empresa EBDI – Enterprise Business Development & Information – Mídias e Eventos Ltda., CaririWeb Provedor de Internet e Prefeitura Municipal de Sumé.

Uma tragédia ocorrida na manhã desta sexta-feira (23), abalou a comunidade de Santo André, no Cariri paraibano. Um jovem, identificado inicialmente como Denilson, morreu enquanto realizava trabalhos agrícolas na comunidade situada no sítio Lagoa vítima de um choque elétrico.

De acordo com relatos populares, o jovem estava cavando para plantar quando, acidentalmente, atingiu um fio elétrico, sofrendo uma descarga que resultou em sua morte. A comunidade está consternada com a perda prematura desse trabalhador dedicado.

Nas redes sociais, as manifestações de pesar se multiplicam, destacando a tristeza da comunidade diante da fatalidade. Amigos e familiares compartilham mensagens de solidariedade, ressaltando a importância do jovem na localidade e o impacto que sua partida abrupta causou.

As autoridades devem apurar os detalhes do incidente, enquanto a comunidade se une para prestar apoio à família enlutada. O ocorrido serve como alerta para a necessidade de atenção e precaução durante atividades que envolvam eletricidade, visando evitar novas tragédias como essa.

Com Paraíba Mix

O presidente da Associação dos Municípios do Cariri e Agreste da Paraíba e prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro, Adriano Wolff, e o presidente da Apacco – Associação Paraibana dos Criadores de Caprinos e Ovinos, Júnior Nóbrega, estiveram reunidos nesta quinta-feira (22) para tratar debater o fortalecimento da caprinovinocultura na região do Cariri, e discutir sobre o circuito de exposições que ocorrerá na Paraíba em 2024, com início em março no município de Sumé.

Para Adriano Wolff, a caprinovinocultura é uma das principais fontes de renda no Estado e o seu fortalecimento é fundamental para garantir a renda e emprego de diversas famílias beneficiadas. “A AMCAP tem o compromisso junto com a APACCO de defender esse fortalecimento, começando com a expansão de exposições em nosso Estado, como por exemplo em Sumé, que está iniciando esse ano, e isso é de suma importância para garantir o emprego e renda de diversas famílias”, disse.

O presidente da APACCO, Júnior Nóbrega, lembrou que junto com parcerias com várias entidades serão realizados este ano torneios leiteiros, exposições de caprinos, concurso de queijos caprinos, palestras sobre produção de forragem, manejo sanitário de caprino e sobre a praga do pulgão na cultura do sorgo forrageiro, além de gastronomia regional com os caprinos, apresentações culturais, comercialização de produtos da terra, artesanato e muitos outros atrativos, para mostrar a força que a caprinovinocultura possui.

CARRO-LEILAO-1-400x255A Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura de Sumé, juntamente com o leiloeiro público oficial Marco Tulio Montenegro Cavalcanti Dias, realizará licitação pública na modalidade Leilão, no dia 08 de março de 2024, as 10h30.

O leilão será presencial na sede da Secretaria de Obras e Serviços urbanos, localizada na Rua Antônio Batista Gonçalves, centro, bem como on line através do site www.marcotulioleiloes.com.br, e visa alienar bem móvel inservível e antieconômico para o município.

Para participar do leilão de forma on line, o usuário deverá efetuar o cadastro no site www.marcotulioleiloes.com.br.

Para que o cadastro seja liberado para ofertas de lances on line, o usuário deverá ler e aceitar as regras de utilização do sistema do Leiloeiro Oficial (site), e enviar cópias dos documentos solicitados até 72 (setenta e duas) horas, antes da data prevista para a realização do leilão.

O bem leiloados poderá ser vistoriados pelos interessados nos dias 6, 7 e 8 de março, até as 9h30, através de agendamento feito de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h na própria prefeitura, no setor de Licitações.

O lote contém: 1 automóvel FORD RANGER XLT, CD4 3.2, ano modelo 2015/2015, cor branco, Diesel. Lance inicial de R$ 45 mil.

A Prefeitura de Sumé, na gestão do prefeito Éden Duarte, anunciou nesta sexta-feira (23), a realização da Expo Sumé 2024. O evento reunirá o que há de melhor na criação de caprinos e ovinos de todo o país.

Em sua primeira edição, o evento acontecerá entre os dias 22 a 24 de março, e ocorrerá no parque de exposição João Albino Pedrosa.

De acordo com o prefeito Éden Duarte, a festa além de atrair visitantes de todas as partes do estado, promete aquecer a economia da cidade.

Operação conjunta desarticula esquema criminoso de clonagem de veículos, no  Sertão da Paraíba - Portal Correio – Notícias da Paraíba e do BrasilUm esquema criminoso envolvendo veículos clonados foi desarticulado na tarde desta quinta-feira (22) em Patos, no Sertão do estado. A operação foi um trabalho conjunto entre a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO), da Polícia Civil da Paraíba, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As equipes receberam uma denúncia de que veículos clonados, no estado de Pernambuco, eram enviados até a Paraíba para serem vendidos como veículos legalizados.

Com as informações, os policiais foram até uma residência no bairro Monte Castelo e encontraram um Argo, de cor branca, e um Jeep Compass. Com o apoio da PRF, foi constatado que os dois carros apresentavam sinais de adulterações e que os veículos tinham queixas de roubo em Recife e Paudalho–PE.

A ação terminou com duas pessoas foram presas. Eles estão na carceragem da Polícia Civil e aguardam audiência de custódia, que deve acontecer nesta sexta-feira (23).

As inscrições para o concurso de São João do Tigre começam no dia 1º de março. Conforme apurou o ClickPB, o edital com todos os detalhes do certame estarão disponíveis do site da banca organizadora a partir do próximo dia 27.

A empresa encarregada de organizar e executar o concurso é a Ápice Consultoria. O valor do custo de toda a

organização será de R$ 64 mil para prestar o serviço para executar serviços de planejamento, elaboração e realização de concurso público para provimento de vagas no quadro de pessoal da Prefeitura de São João do Tigre.

O quadro de vagas, nível de escolaridade exigido, prazo de inscrições, datas das provas e todo o regulamento que regerá o concurso estará apresentado no lançamento do edital do concurso público.

Inscrições vão até 31 de março

As inscrições vão até o dia 31 de março. “Adicionalmente, torna-se público que as inscrições para o mencionado Concurso Público serão aceitas exclusivamente através do site da Ápice Consultoria, disponível em www.apiceconsultoria.com, no período compreendido entre às 09h do dia 01 de março de 2024 até às 23h59 do dia 31 de março de 2024′.

Deputados da oposição protocolaram na noite desta quinta-feira (22), o pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com 145 assinaturas, a lista superou as assinaturas do processo da ex-presidente Dilma Rousseff, que chegou a 124 em 2016. Ao fim do processo, a petista teve o mandato cassado.

De acordo com o rito estabelecido pela Câmara, o documento ainda deve passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, para saber se há indícios suficientes da prática de crime de responsabilidade pelo presidente da República.

Caso seja aceito, será formada uma Comissão Especial para analisar o mérito da acusação. O movimento ocorre na esteira da repercussão do discurso do petista comparando a atuação de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto provocado por Hitler na Alemanha nazista.

Denúncia

Pela lei, qualquer cidadão pode denunciar o presidente da República por crime de responsabilidade perante a Câmara dos Deputados. As testemunhas arroladas no processo deverão comparecer para prestar depoimento. Recebida a denúncia, ela é despachada a uma comissão especial eleita. A comissão deverá contar com a participação de representantes de todos os partidos, observada a respectiva proporção.

A comissão se reunirá dentro de 48 horas e, depois de eleger presidente e relator, emitirá parecer, dentro do prazo de dez dias, sobre a possibilidade de a denúncia ser julgada. Dentro desse período, a comissão poderá tomar as providências que julgar necessárias ao esclarecimento da denúncia.

Votação

O parecer da comissão especial será lido no expediente da sessão da Câmara dos Deputados e publicado integralmente no Diário do Congresso Nacional e em avulsos, juntamente com a denúncia. As publicações devem ser distribuídas a todos os deputados.

Após 48 horas da publicação, o parecer será incluído, em primeiro lugar, na Ordem do Dia da Câmara dos Deputados, para uma discussão única. Cinco representantes de cada partido poderão falar, durante uma hora, sobre o parecer. O relator da comissão especial poderá responder a cada um.

O parecer será submetido a uma votação nominal. Caso a denúncia não seja seja considerada procedente, ela será arquivada. Caso contrário, a denúncia segue e o presidente terá 20 dias para contestá-la e apresentar provas que sustentem a defesa.

Análise

Terminado o prazo, com ou sem a defesa, a comissão especial colherá depoimentos de testemunhas de ambas as partes, podendo ouvir tanto denunciante quanto denunciado. Poderá ainda fazer interrogações e acareação. O presidente da República denunciado poderá assistir a todas as sessões pessoalmente ou mandar um representante ao local.

A comissão terá dez dias após o fim das sessões para proferir um novo parecer sobre a procedência ou não das denúncias.

O novo parecer também será publicado e incluído na Ordem do Dia da próxima sessão para ser submetido a duas discussões, com intervalo de 48 horas entre uma e outra. Cada representante de partido poderá falar uma só vez e durante uma hora. O parecer será votado nominalmente. Para que o pedido de impeachment prossiga, dois terços (342) dos 513 deputados devem votar a favor.

Acusação

Caso a denúncia seja considerada procedente, será decretada a acusação pela Câmara dos Deputados. O presidente será intimado imediatamente pela Mesa da Câmara, por intermédio do 1º Secretário. A Câmara dos Deputados elegerá uma comissão de três membros para acompanhar o julgamento do acusado.

Decretada a acusação, o presidente da República é suspenso da função e tem metade do salário cortado até a sentença final. Passa a ser substituído pelo vice-presidente. Conforme se trate da acusação de crime comum ou de responsabilidade, o processo será enviado ao Supremo Tribunal Federal ou ao Senado Federal.

No Senado

A próxima etapa é o Senado Federal, onde há prazo de 180 dias para deliberação, comandada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal. Luís Roberto Barroso. Caso dois terços dos senadores votem pelo impeachment (54 votos, de um total de 81), o presidente Lula perde o mandato e seu vice, no caso, Geraldo Alckmin, toma posse.

O Ministério Público e o Gaeco estariam investigando emendas repassadas por Deputados Federais para o Hospital Padre Zé.

A informação que saiu em primeira mão no Programa Paraíba Verdade, comandado por Samuka Duarte e Diego Lima, na Rádio Arapuan, dá conta de que emendas da ex-Deputada Edna Henrique e do Deputado Gervásio Maia teriam sido usadas em compras e aluguéis de carros por Amanda Duarte da Silva e Janine Dantas Miranda.

As emendas expedidas por Gervásio e Edna teriam sido superior ao montante de R$ 500 mil e teria como principal motivo, a ajuda para os internados na unidade.

Os membros da investigação afirmam que as Diretoras do Padre Zé teriam usado esse valor para comprar um carro e depois sublocar em suposto contrato fraudulento, o mesmo veículo ao Instituto São José, representado por EGÍDIO DE CARVALHO NETO, sendo ela a destinatária das 20 (vinte) parcelas da locação no valor mensal de R$ 3.572,00, de forma continuada, totalizando R$ 71.440,00 (setenta e um mil quatrocentos e quarenta reais), pagos com recursos oriundos de emenda parlamentar.

Egídio e Amanda Duarte, estão presos desde o dia 17 de novembro. Já a ex-diretora Janyne Dantas segue cumprindo prisão domiciliar, usando tornozeleira eletrônica, por ser lactante.

Com Vitrine do Cariri

Mais Lidas do dia