O Governo Municipal de Camalaú, através da Secretaria Municipal de Agricultura, renovou a parceria com a Empaer (antiga Emater), órgão ligado ao Governo do Estado da Paraíba, que visa auxiliar nas questões relacionadas a Agricultura.

A parceria vem acontecendo há vários anos, e vem logrando êxito, beneficiando assim o agricultor camalauense.

Estiveram presentes na assinatura desta parceria, o prefeito em exercício Bira Mariano, o secretário municipal de Agricultura Nêgo Môco, o representante da Empaer Tarlley, e o funcionário municipal, cedido a Empaer Alisson.

Nota Informativa
Atualizada em 04/03/2021

A Secretaria Municipal de Saúde de Monteiro informa que nesta Quinta-feira, 04, tivemos mais 12 novos casos CONFIRMADOS para Covid-19.

Sendo 06 (seis) casos de 08, 10, duas pacinetes de 38 anos, 45 e 63 anos de idade, sexo feminino, e 06 (seis) casos de 31, 33, dois pacientes de 50 anos e dois pacinetes de 54 anos de idade, sexo masculino. Foram orientados a realizar o isolamento domiciliar e estão sendo monitorados pela equipe de Vigilância em Saúde e Unidades Básicas de Saúde do Município.

Totalizamos até esta data 20 (vinte) pacientes internos, sendo, 06 (seis) pacientes no Hospital das Clínicas, 11 (onze) pacientes no Hospital Pedro I e 01 (um) paciente no Hospital de Trauma, todos em Campina Grande e 02 (dois) pacientes no Hospital da Unimed, em João Pessoa, um paciente apresenta quando grave os demais em quadro estável.

Atestamos que nesta data foram registrados mais 21 (vinte e um) novos casos recuperados, totalizando 2100 casos recuperados da COVID-19.

⚠Reforçamos a importância de toda população seguir as orientações do distanciamento social, o uso de máscaras, a higienização das mãos com álcool 70% e demais medidas apresentadas pela Secretaria de Saúde.

A Prefeitura de São José dos Cordeiros vai lançar nas próximas semanas o maior programa de perfuração de poços já visto no município. O prefeito Felício Queiroz determinou inicialmente que fossem identificadas as localidades adequadas para as perfurações dos poços, trabalho que foi coordenado de perto pelos secretários de administração, Fernando Queiroz e de Infra-estrutura, Jefferson Roberto.

Os auxiliares estiveram inicialmente fazendo visitas às comunidades de Algodão de Baixo, Algodão dos Imperianos, Simão Lopes e Impueira Funda, localidades que receberão o benefício. Segundo Fernando Queiroz, serão inicialmente beneficiadas 12 comunidades, cujas locações ainda estão sendo realizadas.

O prefeito Felício Queiroz confirmou que a partir desses 12 novos poços, o município de São José dos Cordeiros vai lançar um grande programa de perfuração e instalação de poços artesianos, garantindo assim água de qualidade para a população da zona rural.

“Queremos com essa ação diminuir os problemas hídricos e proporcionar melhoria de vida para as pessoas, a partir da segurança no abastecimento humano e animal, e desenvolvimento de atividades produtivas gerando emprego e renda”, destacou o prefeito Felício Queiroz.

Os poços serão perfurados brevemente com recursos próprios e essa ação será ampliada ao longo dos próximos quatro anos. “Este foi mais um compromisso nosso de campanha, que faço questão de já iniciar seu cumprimento”, finalizou o prefeito Felício Queiroz.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que o município de Prata está com um caso ativo da Covid-19. O boletim ainda informa que tem 43 pessoas com síndrome gripal, 04 casos sobre  investigação da doença, 448 casos descartados, 44 casos confirmados, 01 caso ativo de Covid-19, 41 casos recuperados e 02 óbitos no município.

A Secretaria de Saúde de Prata, pede que a população siga as orientações das medidas impostas pelos órgãos de Saúde, evite aglomerações, manter o distanciamento social, só sair de casa em caso de necessidade e se sair usar máscara e usar álcool em gel ou 70%.

Poeta Teixeirinha

A Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a decisão de 1º Grau que absolveu o ex-presidente da Câmara Municipal de Soledade, Wellington Di Karlos de Oliveira Gouveia Ramos Pereira, da prática de improbidade administrativa. Ele foi acusado pelo Ministério Público estadual de ter deixado de cumprir com a obrigação legal de enviar ao Poder Executivo o Balancete Financeiro da Câmara Municipal referente ao mês de Janeiro de 2011, para fins de incorporação no Balancete anual de 2010. Outra acusação diz respeito a contratação de dois servidores para cargos efetivos sem o devido concurso público, bem como a  contratação direta de serviços de contabilidade.

Na comarca de Soledade, o magistrado julgou improcedente a demanda, por entender que os fatos narrados na inicial não configurariam atos de improbidade administrativa. O Ministério Público apelou da decisão, a fim de condenar o promovido nas penas do artigo 12, III, da Lei 8.429/92.

A relatoria do processo nº 0000199-57.2011.8.15.0191 foi do juiz convocado Antônio do Amaral. Segundo ele, o simples atraso na entrega dos balancetes não configura, por si só, um ato de improbidade administrativa. “Apesar de ser obrigação do gestor público, o retardamento na entrega não gera ato ilegal sem que se tenha comprovação do dolo ou do benefício patrimonial do gestor ou, ainda, do prejuízo ao erário municipal”, frisou.

O relator concluiu que “o Ministério Público não se desincumbiu do seu mister de demonstrar a prática de atos ilegais e desviados da moral administrativa, de modo que há de se reconhecer a ausência de provas quanto à acusação de ato de improbidade administrativa”.

Da decisão cabe recurso.

Confira, aqui, o acórdão.

O Senado aprovou nesta quinta-feira (4), em segunda votação, o texto-base da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) Emergencial, que prevê o retorno do auxílio emergencial. O texto recebeu o aval de 62 senadores e 14 votos contrários.

O projeto, que foi aprovado em primeira votação na quarta-feira (3), agora seguirá para a Câmara, onde tramitará em regime especial de urgência. Se for aprovado sem alterações, poderá ser promulgado em breve. O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), já afirmou que a expectativa é pelo início do pagamento em março.

Cerca de 40 milhões de brasileiros devem ser contemplados com quatro parcelas até junho. O valor não consta da PEC aprovada, mas deve ficar entre R$ 250 a R$ 300.

O texto aprovado permite a suspensão de parte das regras fiscais pelo tempo que for necessário para que o governo possa pagar despesas emergenciais, como o auxílio, fora do teto de gastos – regra que limita as despesas da União. A PEC Emergencial fixa o limite de R$ 44 bilhões que poderão ser gastos com o benefício.

Após a votação, os senadores ainda votavam na tarde desta quinta um destaque do PT, que previa a retirada da previsão de R$ 44 bilhões. Objetivo é aumentar o valor do auxílio, e o partido pleiteia o valor de R$ 600.

O atual coordenador geral de administração do município de Ouro Velho, Dr. Júnior, poderá ser a grande novidade no cenário político para as eleições de 2022 no Estado da Paraíba, em especial na região do Cariri e Sertão paraibano.

Dr. Júnior é médico e esposo da ex-prefeita de Ouro Velho, Natália Lira, atual Chefe de Gabinete do prefeito Augusto Valadares.  Doutor Júnior é muito atuante na gestão na gestão municipal ourovelhense, principalmente na área da saúde.

Dr. Júnior foi responsável direto pela eleição da sua esposa Natália, eleita duas vezes prefeita de Ouro Velho e pela sucessão, elegendo também o atual prefeito Dr. Augusto Valadares nas eleições de 2020.

Recentemente Dr. Júnior comemorou a assinatura de um importante convênio entre a Prefeitura de Ouro Velho e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT), com uma Escola Cidadã Integral para o ensino médio da Escola Nossa Senhora das Graças, Ouro Velho, onde será umas das prioridades no Cariri na implantação desse modelo escolar.

O grupo liderado por Dr. Júnior está no comando da Prefeitura Municipal há oito anos e 02 meses, se destacando em toda Paraíba. A cidade entrou no ranking das melhores cidades para se viver, conforme dados da Secretaria de Estado da Defesa Social, conforme divulgação do Anuário de Segurança Pública 2020. A pacata e pequena cidade encravada no Cariri paraibano ficou entre as 50 cidades da Paraíba e as 10 do Cariri onde não foi registrado nenhum homicídio no ano de 2020, mesmo a cidade fazendo fronteira com o estado de Pernambuco.

Caso o projeto se concretize, Ouro Velho terá a possibilidade de ter um representante na Assembleia Legislativa da Paraíba e a região do Cariri paraibano poderá ter um homem experiente, mesmo sendo ainda jovem, mas que vem mostrando muito empenho em defesa daqueles que mais precisam.

Cariri em Ação

Após uma semana do decreto estadual que endurece as medidas de isolamento social com o objetivo de combater a propagação do coronavírus na Paraíba, a Operação Previna-se registrou 251 ocorrências e 32 prisões por descumprir as medidas sanitárias. Os dados foram apresentados pelo Núcleo de Análise Criminal e estatística (Nace) da Secretaria da Segurança da Defesa Social (Sesds).

Além das ocorrências registradas, 166 locais foram fiscalizados e 56 estabelecimentos fechados. Ao todo, a ação integrada das forças de segurança realizou, nos últimos sete dias, 234 operações.

De acordo com relatório do Nace, só no primeiro dia de fiscalização foram efetuadas 86 ocorrências por descumprimento sanitário do isolamento. 80% das ocorrências aconteceram em João Pessoa (178). Santa Rita com 30 registros e Patos com 26 foram as cidades que seguiram a capital com os maiores números de ocorrências. 

Ainda de acordo com os dados da Segurança, os estabelecimentos mais fiscalizados foram bares e similares (64), lanchonetes (44), loja de conveniência (19) e restaurantes (13).

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, assinou decreto em que autoriza a ALPB a adquirir um imóvel vizinho, localizada na Praça 1817, no Centro de João Pessoa.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (4) e traz uma breve descrição do imóvel, um prédio de três pavimentos.

O edifício será adquirido pelo valor de R$ 642.171,18, em consonância com o valor mínimo atribuído pela Comissão Permanente de Avaliação do Estado, vinculada a Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (Suplan). Serão usados recursos próprios da Assembleia Legislativa, previstos na Lei de Orçamento Anual do Exercício de 2021.

No novo prédio deve ser construído mais um anexo da ALPB, para onde serão realocados alguma setores administrativos.

O cidadão de São José dos Cordeiros que for fazer alguma consulta ou tratamento de saúde em Sumé agora tem um espaço para fazer suas refeições. A Prefeitura de São José dos Cordeiros implantou uma Casa de Apoio para pacientes e motoristas do município onde será disponibilizado alimentação para todos.

“O cidadão cordeirense ao se deslocar para Sumé para atendimento nas especialidades do CISCO não tinham onde ficar, muito menos onde se alimentar. Precisava ainda ter um gasto a mais em seu orçamento e por isso decidir fechar a parceria com essa Casa de Apoio”, explicou Felício Queiroz.

O prefeito disse que continuará a investir em saúde e sensível às necessidades e desejos da população usuária. O cidadão que precisar usar a Casa de Apoio basta se dirigir a Secretaria Municipal de Saúde e fazer uma solicitação.

Ascom

A vereadora Iranilda Lira morreu de Covid-19, aos 47 anos, na tarde desta quarta-feira (3). Ela estava no segundo mandato como parlamentar, em Teixeira, município do Sertão da Paraíba. O óbito de Nilda, como ela era popularmente conhecida, aconteceu quatro dias após o marido dela morrer pela mesma doença.

Nilda estava internada no Complexo Regional Hospitalar de Patos, também no Sertão do estado, desde o último domingo (28).

O marido da vereadora, Marcos Antônio Alves Martins, mais conhecido como Marcos de Totó, de 46 anos, morreu no último sábado (27). Ele tinha obesidade e também estava internado na mesma unidade de saúde.

O estado de saúde da vereadora, que não tinha comorbidades, se agravou durante a internação, quando ela chegou a ter 90% dos pulmões comprometidos.

A parlamentar precisou usar máscara de ventilação não invasiva (VNI), mas o organismo não respondeu ao tratamento e a saturação não aumentava. Por isso, os médicos resolveram entubar a paciente, que não resistiu e morreu.

O filho da vereadora, Erick Lira Martins, que também foi infectado pelo novo coronavírus, está em observação na ala verde do Complexo Hospitalar Regional de Patos.

Em 2019, outro filho de Nilda, Marcos Jordan Lira Martins, morreu em um acidente de moto na serra do Teixeira.

Para evitar aglomerações, não haverá velório. A população foi convocada para uma carreata, no centro da cidade, para se despedir da vereadora. O foi feito às 17h30 desta quarta (3).

A Polícia Civil da Paraíba recomenda que a população adote cuidados para prevenir uma nova modalidade de golpe que está sendo investigada em João Pessoa. A fraude consiste em enganar os usuários por meio do PIX, um serviço do Banco Central que entrou em vigor este ano para facilitar as transações financeiras, e por meio do qual clientes de bancos podem receber e fazer pagamentos de forma rápida e prática.

De acordo com a Polícia Civil, criminosos estão se utilizando do novo serviço para enganar e causar prejuízos financeiros às vítimas. O caso já está sendo investigado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF/JP).  Segundo a delegada Josenise Andrade, o golpe é uma mistura de métodos criminosos antigos e já conhecidos pela Polícia.

A fraude começa com o envio de um e-mail. O golpista envia um e-mail à vítima com uma mensagem falsa, simulando ter sido gerada pelo sistema bancário. No texto, há informação de que o cliente recebeu certa transferência de dinheiro por meio do PIX. No entanto, para liberar a quantia, é necessário a vítima acessar um link, que fica logo abaixo da mensagem.

Ao acessar esse link, a vítima é direcionada a uma falsa página com imagens do banco, onde é solicitado que sejam digitados senha e login da conta bancária.  Como o site é falso, os dados são direcionados aos criminosos, que passam a ter livre acesso aos valores financeiros da vítima.

“Na verdade, esse não é o golpe do PIX, que é um serviço extremamente seguro. Mas é que os criminosos estão se utilizando da imagem do PIX, que é uma ferramenta nova e que algumas pessoas ainda não sabem usar direito, para aplicar golpes antigos e pegar os dados bancários das vítimas”, destacou a delegada.

Além de e-mails, os golpistas também usam como estratégia o envio de mensagens para os celulares das vítimas, por meio de SMS, e aplicativos de bate-papo.  Os textos fraudulentos informam que a pessoa precisa atualizar o cadastro do PIX e fornece um link para ser acessado e dá início à segunda etapa da fraude.

“Eles enviam mensagens dizendo que a vítima precisa atualizar o cadastro no PIX, mas isso é uma tentativa de golpe. O PIX só deve ser cadastrado na própria conta bancária do cliente, seja na agência ou por meio do aplicativo oficial do banco que costuma ser baixado no celular dos clientes”, destacou a delegada.

“Mensagens enviadas por e-mails, por SMS, por aplicativos de bate-papo de celular em que pedem atualizações, informações e solicitam os dados do PIX, na verdade, se tratam de verdadeiros golpes. Bancos não usam essa modalidade para atualizar cadastros de seus clientes. Isso é ação de golpista para copiar os dados e lesar o patrimônio dos clientes”, afirmou Josenise.

“Orientamos sempre que as pessoas entrem em contato com sua agência pessoalmente ou por meio dos canais de atendimento. Mas nunca fornecem seus dados em qualquer mensagem recebida, mesmo que essa mensagem tenha a logomarca de seu banco”, completou.

A delegada também destacou a importância de a população somente usar o PIX em ambiente digital seguro. “O PIX é extremamente seguro, desde que seja utilizado dentro da conta bancária do cliente. Mas algumas pessoas acabam fornecendo seus dados indevidamente por meio de SMS, e-mails e mensagens em aplicativos de bate-papo. São enganadas por criminosos que só querem coletar os dados da conta bancária para ter acesso aos valores financeiros das vítimas”, declarou.

Nota Informativa
Atualizada em 03/03/2021

A Secretaria Municipal de Saúde de Monteiro informa que nesta Quarta-feira, 03, tivemos mais 05 novos casos CONFIRMADOS para Covid-19.

Sendo 03 (três) casos de 33, 69 e 88 anos de idade, sexo feminino, e 02 (um) casos de 13 e 30 anos de idade, sexo masculino. Foram orientados a realizar o isolamento domiciliar e estão sendo monitorados pela equipe de Vigilância em Saúde e Unidades Básicas de Saúde do Município.

Foi transferido um paciente de 47 anos, sexo masculino, sem comorbidades, para o hospital das Clínicas de Campina Grande, em Estado Geral Regular, acompanhado pela Equipe do SAMU.

Totalizamos até esta data 20 (vinte) pacientes internos, sendo, 06 (seis) pacientes no Hospital das Clínicas, 11 (onze) pacientes no Hospital Pedro I e 01 (um) paciente no Hospital de Trauma, todos em Campina Grande e 02 (dois) pacientes no Hospital da Unimed, em João Pessoa, um paciente apresenta quando grave os demais em quadro estável.

Atestamos que nesta data foram registrados mais 20 (vinte) novos casos recuperados, totalizando 2079 casos recuperados da COVID-19.

⚠Reforçamos a importância de toda população seguir as orientações do distanciamento social, o uso de máscaras, a higienização das mãos com álcool 70% e demais medidas apresentadas pela Secretaria de Saúde.

O consórcio de municípios para compra de vacinas contra a covid-19 conta até agora com a adesão de 27 prefeituras paraibanas, segundo um levantamento feito pela nossa reportagem. Na região do Cariri, até o momento apenas 8 cidades aderiram ao consórcio.

O grupo, liderado pela Frente Nacional de Prefeitos, tenta ampliar a cobertura vacinal diante da morosidade do Ministério da Saúde para adquirir e repassar imunizantes.

Até ontem, terça-feira (02), o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações mostrava a aplicação de 147.955 doses na Paraíba.

Veja a lista de cidades que já se juntaram ao consórcio:

Santa Luzia – 15.426 habitantes

Pedra Branca – 3.802 habitantes

Água Branca – 10.306 habitantes

São José de Lagoa Tapada – 7.626 habitantes

Catolé do Rocha – 30.684 habitantes

Campina Grande – 411.807 habitantes

Solânea – 26.227 habitantes

Alagoa Nova – 20.921 habitantes

Coremas – 15.441 habitantes

Piancó – 16.111 habitantes

João Pessoa (capital) – 817.511 habitantes

Barra de Santa Rosa – 15.497 habitantes

Coxixola – 1.935 habitantes

São Mamede – 7.702 habitantes

São Sebastião do Umbuzeiro – 3.512 habitantes

Ouro Velho – 3.046 habitantes

Boa Vista – 7.136 habitantes

Teixeira – 15.248 habitantes

Soledade – 15.102 habitantes

Pombal – 32.802 habitantes

São José do Sabugi – 4.147 habitantes

São Domingos do Cariri – 2.630 habitantes

Salgadinho – 3.931 habitantes

Várzea – 2.841 habitantes

Sumé – 17.031 habitantes

São José dos Cordeiros – 4.079 habitantes

São João do Tigre – 4.396 habitantes

As administrações municipais podem assinar o termo de intenção do consórcio até sexta-feira (5). A previsão é que a associação seja efetivamente instalada até o dia 22 de março.

MaisPB/Wallison Bezerra

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado, reunido em sessão ordinária nesta quarta-feira (03), por videoconferência, rejeitou as contas de 2019 das prefeituras de Umbuzeiro e de Brejo dos Santos, imputando débito de R$ 323.085,00, ao ex-prefeito Lauri Ferreira da Costa, face às irregularidades apontadas pela Auditoria. Irregulares foram julgadas as contas do Laboratório Industrial Farmacêutico da Paraíba – Lifesa, e da empresa em liquidação Rádio Tabajara.

Conforme consta nos autos (proc. nº 08843/20), o ex-prefeito de Brejo dos Santos deixou de realizar procedimentos licitatórios obrigatórios e não recolheu os repasses previstos para o Instituto de Previdência local, no montante de R $1.858.668,05. A auditoria constatou ainda excesso na contratação de servidores não concursados. Os recursos a ele imputados decorrem de gastos sem comprovação documental. O relator do processo foi o conselheiro Nominando Diniz.

Já nas contas do prefeito José Nivaldo de Araújo, da Prefeitura de  Umbuzeiro (proc. nº 07640), sob a relatoria do conselheiro substituto Antônio Cláudio Silva Santos, constatou-se que o gestor não investiu o percentual mínimo constitucional de 25% para gastos em educação. Foram aplicados apenas 18.81%. Ainda cabem recursos.

As contas da Lifesa – Laboratório Industrial Farmacêutico da Paraíba (proc. nº 13932/16) foram apreciadas em processo de Tomada de Contas Especial, que teve como relator o conselheiro Antônio Gomes Vieira Filho. O processo envolve dois gestores e trata das contas de 2014. No voto, o relator explicou que a estatal não funciona desde 2005, tendo em vista ato de transferência para terceiros, processo que teve na intermediação a CINEP – Companhia de Industrialização da Paraíba.

O funcionamento irregular da Lifesa e a falta de prestação de contas causaram prejuízos e ensejaram a reprovação das contas. Os gestores Luiz Rogério Pinho Trocolli e Thiago Rodrigues Medeiros foram multados em R $1.000,00. A decisão será encaminhada ao governador do Estado e cópias do processo ao Ministério Público estadual para apuração de possíveis atos de improbidade. Em relação à empresa Rádio Tabajara (proc. nº 01860/17), entendeu o relator que há uma diferença financeira de R $119 mil, valor que deverá ser imputado ao liquidante.

Regulares – O Pleno do Tribunal julgou regulares as contas da Secretaria de Estado da Diversidade Humana, exercício de 2018, tendo como gestora Gilberta Santos Soares, bem como as da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba – Fapesp, relativas a 2017, na gestão de Cláudio Benedito Silva Furtado, com ressalvas e multa de R$ 2.000,00. Ainda as da gestora da Rádio Tabajara – Superintendência de Radiodifusão em 2015, Maria Eduarda dos Santos.

A Corte emitiu parecer pela aprovação da prestação de contas de 2019 da Prefeitura Municipal de Santa Inês, sob a responsabilidade do prefeito João Nildo Leite. Quando da apreciação das contas da PBTur – Empresa Paraibana de Turismo, referentes a 2019, o Pleno concedeu prazo de 90 dias à diretora Ruth Avelino Cavalcanti, para que apresente documentação necessária à comprovação e regularização de boxes construídos e vendidos às lojas pela empresa.

Cumprimento – No item Verificação de Cumprimento de Decisão, face ao acórdão APL-TC 00428/16, por parte do ex-secretário de Estado da Comunicação, Luiz Inácio Torres (proc. TC nº 04585/15), emitido quando do julgamento das contas de 2014, entenderam os membros da Corte que houve cumprimento parcial, e que as determinações devem ser levadas às prestações de contas posteriores, devendo ter em cada nota anexada links de acesso a blogs de notícias contratados pelo Governo.

Da mesma forma, no tocante ao processo 04737/16, também da Secretaria de Comunicação, quando do julgamento das contas de 2015, o relator, conselheiro Nominando Diniz, sugeriu, e a Corte acatou, concessão de prazo de 90 dias para inserção, também, de acesso ao link nos processos referentes a blogs de notícias, visando assim, facilitar o trabalho do Tribunal na identificação dos beneficiados. Nessa decisão, a Corte considerou cumprimento parcial e multa ao gestor, no montante de R $2.000,00, sob penas de sanções.

O Tribunal de Contas do Estado realizou sua 2297ª sessão ordinária por videoconferência, sob a presidência do conselheiro Fernando Rodrigues Catão. Participaram da sessão os conselheiros Arnóbio Alves Viana, Nominando Diniz, André Carlo Torres Pontes e Antônio Gomes Vieira Filho. Também os substitutos Oscar Mamede Santiago Melo, Antônio Cláudio Silva Santos e Renato Sérgio Santiago Melo. Pelo Ministério Público de Contas atuou o procurador geral, Manoel Antônio dos Santos.

Mais Lidas do dia