Prefeito de Soledade diz que não tem dinheiro para o 13º salário

A julgar pelas palavras do prefeito, Zé Bento (PT), em entrevista nesta segunda-feira (8), os servidores do município não irão receber o 13º salário este ano.

Ao ser indagado pelo jornalista se teria 13º agora em dezembro, o gestor foi logo fazendo uma reflexão para confirmar em seguida que ainda vai pagar a folha de novembro com a primeira parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do dia 10 de dezembro e disse que não há verba em caixa para quitar a folha de dezembro, o 13º e fornecedores que batem a todo instante na porta da Prefeitura para cobrar dívidas deixadas pelo ex-prefeito, Flavinho Aureliano, que governou o município pelo período de um ano.

“Deixe eu dizer só uma palavra para que a comunidade saiba e possamos chegar a uma conclusão: ‘nós estamos concluindo o pagamento de novembro utilizando a verba do dia 10 do mês de dezembro’. Por aí você veja a situação ruim que estamos enfrentando. Se o município não fez uma reserva ao longo do tempo para pagar o 13º, como é que vamos ter recursos suficientes para pagarmos a folha deste mês e ainda o 13º, além dos fornecedores que estão em atraso? Então perceba que a situação não é fácil”, explica Zé Bento.

Prejuízo para todos os soledadenses

O chefe do executivo soledadense lembra que foi cassado injustamente e perdeu, de forma absurda, mais de 1 ano e 4 meses do seu mandato e quando retornou por determinação do TSE, que não detectou a prática de conduta vedada, o estrago já era grande.

“Reassumi porque tomaram o meu mandato de uma forma absurda, pois foi comprovado pelo TSE que não houve conduta vedada, que na linguagem popular quer dizer corrupção. Agora, corrupção houve no processo que me cassou, mas não quero adentrar nesse mérito. Estamos voltando, e esse prejuízo é creditado na conta de todos os munícipes, não só eu fiquei com o maior prejuízo. Estamos vendo hoje aqui o destroço que foi feito com o erário público, pois “herdamos” só de débito contabilizado, R$ 2 milhões e, além disso, está chegando vários fornecedores cobrando dívidas que ficaram aí penduradas”, pontua.

Além disso, Bento teceu severas críticas ao seu antecessor ao afirmar peremptoriamente que Soledade teve o seu patrimônio dilapidado de forma irresponsável e prometeu dar ciência à comunidade sobre esses atos classificados por ele como “absurdos” mais adiante.

Com Heleno Lima

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *