Novo livro de Efigênio Moura é ambientado em São Sebastião do Umbuzeiro e São João do Tigre

O décimo livro de Efigenio Moura, escritor monteirense, traz algumas passagens dos judeus no Cariri, bem como, a lembrança do progresso formada pelo tropeiros. Efigenio  escolheu São Sebastião do Umbuzeiro,  como cenário, pela aproximação com outra importante cidade da região, São João do Tigre, e segundo  ele, cidades com bastante representatividade na cultura caririzeira e que carrega em si, aspectos próprios  da região, da qual se orgulha em escrever.

Chã dos Umbuzeiro vai contar a estória de Bastinho da Raiz, raizeiro que é alertado pela natureza  para uma chuva forte de dias e tragédias. O livro trata do cuidado com o próximo, do isolamento social, do ego de cada um e das vidas que valem tanto, nas cidades pequenas da geografia de cada um. O livro ainda traz uma homenagem ao poeta do Pajeú, Marquinhos da Serrinha:

“ Marquinhos é o Nanado Alves de lá, a verve que aquele rapaz tem é encantadora.  A sagacidade em juntar palavras com sentido chega a transformar momentos de outras pessoas. Talvez seja essa a missão do poeta, fazer de belo o que a gente acha que é feio.”

O livro será editado pelas editoras Eita Gota e Leve.

Tem o prefácio do juiz de direito Ely Trindade ( Patos-PB), orelhas do jurista  Jota Junior ( Monteiro-PB) e capa de Fred Ozanan ( Cabaceiras-PB)

O livro retrata também a cheia que aconteceu em março de 2020 e que alagou boa parte das casas de São Sebastião, veja um trecho:

“ Bastinho puxou o vereador para fora da padaria e apontou para o lado de Pernambuco:

– Pia a Serra do Salgado!  

– Tá chovendo lá também, quase não se vê a serra.  

– Sabe adonde aquela água cai?  

Ele pensou, pensou e arregalou os olhos:

– Diga isso não, cai no Sítio Salgado.  

– Cai e cai muita, e lá tem uma barragem e um açude que num vai aguentar se a água for esse tanto que espero cair.”  

Com previsão  de lançamento para o começo de março/2021, o autor disse que caso seja possível fazer lançamento presencial, será  somente nas duas cidades em que o livro está  ambientado é que ocorrerá os eventos.

Chã dos Umbuzeiros tem o apoio cultural da Cachaça Dona Breja, da Construtora Portomar e da Prefeitura Municipal de São Sebastião do Umbuzeiro

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *