Instituições mobilizam-se para achar familiar de andarilho que vagueia em Monteiro

Um homem está se tornando figura conhecida nas ruas de Monteiro. Trata-se de um andarilho.

O homem, aparentemente com transtornos mentais, vagueia pelas ruas de Monteiro. Abordado por profissionais de saúde, diariamente apresenta uma história e nome diferente. O mesmo chegou a ser preso por duas vezes acusado de atirar pedras em pessoas e veículos por onde passa.

“Sem documentos de identificação ou moradia não podemos fazer muito por ele. Pedimos que alguém que o conheça possa nos fornecer alguma informação para que possamos ajudá-lo a chegar até sua família para que ele possa continuar ou iniciar um tratamento”, solicita uma das profissionais de saúde que acompanha há vários dias a história do andarilho.

Arredio às aproximações, Gabriel de Ilhéus na Bahia, um dos nomes pelos quais se identifica, o homem anda por diversos bairros da cidade pedindo comida conforme conta outra pessoa que tentou ajudá-lo.

As instituições responsáveis pelo caso solicitam que qualquer informação sobre o andarilho pode ser dada ao CRAS do município de Monteiro através dos telefones: 99949-1600 / 3351-1581.

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *