Cássio é indicado para integrar CPI do HSBC

O senador Cássio Cunha Lima deve compor a CPI do Swissleaks, a comissão parlamentar criada para investigar envolvimento de brasileiros em suposta lavagem de dinheiro em contas secretas no HSBC na Suíça.

O senador Cássio Cunha Lima foi um dos indicados do bloco PSDB-DEM para compor a CPI do Swissleaks, a comissão parlamentar criada para investigar envolvimento de brasileiros em suposta lavagem de dinheiro em contas secretas no HSBC na Suíça.

Pelas contas do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), só falta a indicação de um representante do bloco do PMDB-PSB para a instalação da CPI, o que deve ocorrer na próxima semana. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) também é um dos integrantes do PSDB a participar da CPI.

O bloco governista (PT-PDT-PP) indicou os senadores Paulo Rocha (PT-PA), Fátima Bezerra (PT-RN), Regina Sousa (PT-PI) e Ciro Nogueira (PP-PI).

Randolfe, autor do requerimento de criação da comissão, participará da investigação em nome do bloco formado pelo PSOL, PPS, PSB e PCdoB. O bloco PTB-PSC-PS-PRB indicou Blairo Maggi (PR-MT).

Caso o PMDB e PSB se recusem a nomear um representante para a comissão, a responsabilidade da indicação passa a ser do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *