“Bandido tem que ser tratado como bandido”, dispara Virgolino

O secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Walber Virgolino, reagiu, nesta sexta-feira (21), aos motins, ocorridos nesta quinta-feira (20), nos presídios do Roger e PB1 em João pessoa, que ocasionaram a morte de dois detentos, e realizou operação pente-fino nas duas unidades prisionais.

“Todas as áreas das unidades prisionais foram vistoriadas e apreendidos pacotes de maconha, espetos, comprimidos alucinógenos e outros objetos cortantes, baterias de telefones móveis também estão entre os itens encontrados nos alojamentos dos detentos do Roger”, revelou.

Walber Virgolino declarou que “em virtude da apreensão do material Roger, a visita está suspensa por 30 dias para os apenados do pavilhão 5 do Roger, local onde um detento foi morto e esquartejado.

“Já identificamos os envolvidos na morte e vão responder criminalmente. Vale salientar que presídio não é hotel, nem creche. Se eles estão presos é porque cometeram crime e têm que pagar. Bandido tem que ser tratado como bandido”, disse o secretário.

Você pode gostar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *